quarta-feira, 26 de setembro de 2012

A Juliana explica: O que é uma zoonose?



A partir de hoje inaugura-se a rubrica semanal da Juliana, uma Beagle de ensino universitário reformada e muito especial que, nos seus 6 anos de serviço à faculdade, aprendeu muito sobre veterinária. A ideia será, todas as semanas, apresentar um "palavrão" diferente e explicá-lo à moda da Juliana (que é uma moda muito científica!).  

No nosso primeiro “A Juliana explica” vamos falar do conceito de “zoonose”:

De acordo com a OMS, zoonose é qualquer doença ou infeção (bacteriana, viral, parasítica ou outra) transmissível ao ser humano por qualquer animal vertebrado. Deste modo, as zoonoses além de serem um problema de saúde pública criam, entre outros, obstáculos ao comércio internacional de produtos de origem animal.

Ao longo dos anos foram descobertas e descritas mais de 200 patologias consideradas zoonóticas. Aqui ficam alguns exemplos:

- Salmonelose;
- Leptospirose;
- Cisticercose/ténias;
- Toxoplasmose;
- Raiva;
- Gripe aviária;
- Tinha;
- Sarna;
- BSE (Doença das Vacas Loucas; doença de Creutzfeldt-Jakob em humanos);
- Leishmaniose
- Entre muitas muitas outras…

Existem pessoas com maior probabilidade de serem contagiadas como, por exemplo, indíviduos imunocomprometidos/imunodeprimidos (crianças, idosos, grávidas, pessoas com doenças crónicas e/ou debilitantes; seropositivos; pacientes com cancro, transplantados e/ou submetidos a terapias com imunossupressores, etc.).

A transmissão destas doenças pode dar-se de diferentes maneiras (contacto directo – cutâneo, aerógeno, ingestão, etc.; indirecto – por exemplo águas ou alimentos contaminados; através da picada de mosquitos que foram infectados quando picaram o animal…) e a sua prevenção depende da patologia em questão.

De um modo geral, estaremos mais seguros se seguirmos alguns princípios básicos de higiene e prevenção de doenças nos nossos animais de companhia:

- Cozinhar bem os alimentos e lavar bem os vegetais e frutos;
- Lavar as mãos com frequência (e sempre que vai limpar as necessidades dos nossos bichinho; grávidas: não limpem a caixa de areia do gatinho! Peçam a alguém para o fazer por vocês!);
- Vacinar e desparasitar os nossos animais de estimação com a frequência recomendada pelo médico veterinário assistente;
- Fazer a prevenção contra a picada do mosquito da leishmaniose com spot-on E coleira repelente (no caso do cão);
- Etc...

E por hoje é tudo… Dúvidas?
  Juliana (Ju-Ju para os amigos)

P.S: Enquanto eu, Juliana, era submetida à humilhação de ter de tirar uma fotografia comprometedora com uma folha ao pescoço, o Valentim estava descansado da vida a aproveitar para “fechar os olhos” na cama da irmã humana. 




segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Estimular a mente do seu cão...Brincando!



Os brinquedos e jogos interativos são uma excelente maneira de promover tanto a atividade física como a atividade mental dos nossos amigos de quatro patas.

O cão é um animal extremamente social e, na maior parte dos casos, muito ativo e curioso, por isso jogar com brinquedos desenvolvidos para estimular o intelecto dos nossos amigos de quatro patas pode ser extremamente benéfico em várias vertentes:

Por um lado, incentiva ao exercício físico (que é deveras importante para a manutenção de um peso saudável) e funciona como um "destressante" para gastar energias acumuladas durante o dia (enquanto deixámos o nosso pequeno amigo sozinho em casa para ir trabalhar ou estudar).

Além disto, estes brinquedos estimulam o intelecto do cão ao obrigá-lo a solucionar problemas e ultrapassar "obstáculos". Este tipo de brinquedos mantém os cães interessados e entretidos por maiores períodos de tempo, ajuda a combater a ansiedade e tédio que muitas vezes levam os animais a exibirem comportamentos inapropriados e destrutivos e, ao estimularem a resolução de problemas, são apropriados tanto para animais jovens como para animais seniores.

Aqui ficam alguns exemplos de brinquedos e jogos que consideramos muito benéficos para os animais:

- Brinquedos da Kong Company:

Estes são, muito provavelmente, os brinquedos para cão mais vendidos em todo o mundo. Além de serem extremamente robustos e de apresentarem uma durabilidade lendária, cada um dos modelos está disponível para diferentes tamanhos de cão e idade.
Kong Clássico - Resistente aos roedores mais teimosos (existe também o modelo Extreme, ultra-resistente). Ao ser arremessado exibe padrões de movimento imprevisíveis que mantêm o animal atento e interessado e são ocos para que se possa rechear o seu interior de biscoitos ou pastas alimentares próprias para cães.



Kong Wobbler - Sem dúvida o meu favorito! A primeira vez que o vi ser utilizado foi, num hospital veterinário no Reino Unido, onde é utilizado como recompensa após as sessões de quimioterapia. O Wobbler é um dispensador de comida do tipo "sempre em pé" que desafia os animais a tentarem perceber como obter a ração que se encontra dentro do brinquedo. É muito divertido para cães (e donos) e, uma vez mais, a imprevisibilidade de movimentos leva a longas sessões de brincadeira. Também pode ser utilizado para alimentar animais que, de outro modo, devoram as refeições com demasiada sofreguidão.

- O Buster Cube é semelhante ao Kong Wobbler na medida em que também funciona como dispensador de alimento que tem de ser rolado e virado pelo animal de modo a que os pedacinhos de ração saiam dos orifícios existentes no brinquedo.

Buster FoodCube

- O Nina Otosson Dog Brick Interactive Toy é como um puzzle que o cão (ou o gato!) tem de resolver para conseguir chegar à recompensa. O objectivo é fazer deslizar os slides de modo a conseguir chegar aos pedacinhos de ração. É um brinquedo muito interativo e interessante para ser jogado a dois: dono e cão!

 Nina Otosson Dog Brick Interactive Toy
Estes são apenas alguns exemplos... Se ficou interessado e gostaria de adquirir um destes brinquedos, sites como a Amazon, a Training Lines e a Tienda Animal oferecem vastas seleções de jogos deste tipo. 

- Conhecia este tipo de brinquedos? Costuma utilizá-los com os seus animais? Partilhe a sua experiência connosco!



domingo, 23 de setembro de 2012

Bem vindos ao Veterinices...

... um blog destinado a partilhar dicas de insider para melhor cuidar do seu animal de estimação.

Brevemente mais novidades!

Estamos também no Facebook e no Twitter!