domingo, 4 de novembro de 2012

Design de Domingo: Casotas com estilo


via thebrickbungalow.com
via blog.modernica.com
via thebrickbungalow.com
via flamingpetal.co.nz
via interiorsbythteciy.blogspot.com
via pinterest.com/lapopessa
via pinterest.com/lapopessa
via wannekes.com
via dog-milk.com
via dog-milk.com
via dog-milk.com
via dog-milk.com
via dog-milk.com

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Rua Sésamo: Brandeis, o cão de serviço

A Rua Sésamo (Sesame Street) tem um novo personagem! 

Brandeis, um labrador amarelo, sonha tornar-se um cão de serviço (cão de assistência que auxilia pessoas com incapacidades motoras).

Brandeis com um cão de serviço "de verdade" - via facebook.com/sesamestreet
Este novo "boneco" foi apresentado num episódio especial transmitido nos EUA no âmbito do National Disabilities Employment Awaraness Month (http://www.dol.gov/odep/topics/ndeam/#.UIFJbcXoTao).

Aqui fica o vídeo do simpático Brandeis a cantar sobre o seu sonho (e a explicar às crianças o que faz um cão de serviço):


Em pequenina não perdia um episódio da Rua Sésamo...  Aprendi muito com este programa! É uma pena já não o transmitirem em Portugal. O que acharam da iniciativa? 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Animal Practice: Cancelada!

A NBC anunciou o cancelamento da série Animal Practice devido às péssimas audiências que têm sido registadas em relação aos 5 episódios já transmitidos.

Apesar de alguns erros médico (que facilmente teriam sido evitados) e de uma abordagem demasiado superficial à realidade de um hospital veterinário, a série Animal Practice, tinha potencial para ser algo diferente e interessante no panorama das séries televisivas cómicas.

O último episódio irá para o ar no dia 7 de Novembro.


E eu que me estava a afeiçoar à Dorothy e ao Dr. Yamamoto... 

Todas as imagens via http://animalpractice.tumblr.com/


The 13 Project #1: Escrever um post sobre adopção de animais

Pela web fora há milhares de posts sobre as vantagens e "porquês" da adoção de animais. Por isso, e porque não quero maçar ninguém (apesar de aquilo que aqui vão ler de seguida ser uma opinião muito semelhante à de tantas outras pessoas), vou dar o meu ponto de vista pessoal sobre a adoção responsável de animais de estimação.

via BumperPet

Assim, deixo-vos aqueles que são, na minha opinião, os 5 argumentos mais importantes (e simples!) a favor da adoção de animais:

1. De entre os milhares de animais para adoção em todo o país, de certeza que vai encontrar a sua alma gémea canina/felina!

2. Um cão ou gato adotado pode ser treinado e educado da mesma maneira que um animal comprado.

3. Um cão ou gato adotado será afetuoso, carinhoso, bem educado e divertido se for essa a educação que lhes dermos.

4. Um cão ou gato abandonado/institucionalizado precisa de alguém que o salve.... e não há nada melhor neste mundo do que salvar uma vida!

5. Salvar um destes milhares de animais e proporcionar-lhes a vida que merecem, resulta em algo maravilhoso: uma amizade e gratidão sem limites!






terça-feira, 16 de outubro de 2012

O bichinho dos livros #1: "Flush" de Virginia Woolf



Esta pequena grande obra foi-me oferecida no Natal e ficou na pilha "para ler" até há umas semanas atrás. E ainda bem que assim foi pois é a leitura ideal para aquecer e arrebitar o espírito durante as primeiras chuvas de Outono. 

É um livro extremamente imaginativo de uma escritora que consegue, com uma facilidade extrema, transportar o leitor para a Inglaterra e Itália do século XIX. A verbalização dos pensamentos caninos e as descrições dos cenários em forma de odores transformam "Flush" numa imagem poética daquilo que é "o Cão". Qualquer dono e amante de animais vai certamente reconhecer traços do seu próprio cão neste spaniel tão especial. É uma história de amor profunda entre uma dona e o seu companheiro de quatro patas, com aventuras e desventuras que encantam e prendem do princípio ao fim. É emocionante, enternecedor e está escrito com uma mestria que só é possível a um escritor do gabarito de Virginia Woolf.

"Flush" tem tanto de biografia histórica como de conto ficcional e isso é, na minha opinião, notável. Toda a pesquisa histórica que foi necessária para escrever esta obra e a imagem que é passada da dona de Flush, a poetisa inglesa Elizabeth Barrett Browning, é impressionante e despertou em mim a curiosidade de ler os seus poemas. 

Para quem acha este género de livros demasiado "lamechas" ou "leve" (eu admito que usualmente me insiro neste grupo) vai ter uma excelente surpresa. Desengane-se se acha que esta obra é uma "novela" de fim de semana que apela ao sentimento... Na verdade, é um clássico da literatura de grande qualidade que vai agradar tanto ao leitor experiente e assíduo como ao leitor de ocasião e esse foi o principal motivo que me fez apaixonar por "Flush". 


Sinopse (retirada de fnac.pt):  

"Flush" é a biografia de um spaniel, mais concretamente do cão da poetisa inglesa Elizabeth Barrett Browning, autora de Sonetos Portugueses. Como escreve Fernando Guimarães no prefácio, a narrativa faz-se a partir de «vários pontos de vista que podem ser tanto os de Flush como os do narrador ou de outros personagens». Mas como é um cão o protagonista, muitas descrições das casas burguesas, dos jardins e dos bairros pobres da Inglaterra do século XIX são-nos dadas de um modo mais olfactivo do que visual.
Para Flush «o amor é sobretudo odor; a forma e a cor, odores; a música, a arquitectura, a lei, a política e a ciência são odores. Para ele a própria religião era um odor». 


Nota: 9/10



segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Sorrir à Segunda: Porque às vezes é díficil...

Todos sabemos como as segundas podem ser difíceis, cansativas e até pouco produtivas. Para ajudar a começar a semana com as energias no máximo nada melhor do que sorrir com a ajuda dos nossos amigos peludos.

Apesar de não serem vídeos muito recentes, continuam a fazer-me sorrir. Aqui ficam 3 covers "animais" (se  também considerarmos o monstro das bolachas um animal...) da música "Call me maybe" da cantora canadiana Carly Rae Jepsen:

1- Call Me Maybe - Corgi Rae (paródia):



2- Bocce's Bakery (loja de biscoitos para cães em Nova Iorque) apresenta Call Me Maybe gone to the dogs:



3 - O monstro das bolachas em "Share it Maybe" - já é um clássico do YouTube!


Boa semana!

domingo, 14 de outubro de 2012

Design de Domingo: Camas para cães

via mollymutt.com
via etsy.com - "atomicattic"
via wildebeest.com
via inubar.com
via petplay.com
via shop.hund.co.za 
via sashandme.com.au
via erinerickson.com (tutorial aqui)
via allpeoplequilt.com (tutorial aqui)
via leerburg.com
via 26barsandaband.com
via mungoandmaud.com
via pooccio.com
via fuzzyard.com




quinta-feira, 11 de outubro de 2012

The 13 Project (em português)


Aqui há uns dias descobri o "The 13 Project" da blogger  Serena Faber Nelson's (o blog chama-se Pretty Fluffly e vale a pena visitar).


Imediatamente senti que este era um projeto em que tinha de participar! Talvez a minha contribuição não seja tão relevante como a de bloggers influentes ou personalidades mais carismáticas... No entanto, é minha opinião que qualquer contribuição, por mais pequena que seja, já é importante.

O mundo não muda de um dia para o outro e muito menos acredito que eu consiga fazê-lo mudar... Mas a verdade é que se eu conseguir passar a mensagem a uma pessoa que seja e essa pessoa fizer o mesmo e por aí adiante... Então já estaremos a mudar o pequeno mundo que nos rodeia!  Grão a grão enche a galinha o papo, verdade?

"The 13 Project é uma iniciativa que envolve 13 actos de bondade para com os animais antes de 2013."

Depois de muito pensar acerca daquilo que queria fazer e porque o grande objetivo deste blog é o de passar conhecimento e dicas a donos fenomenais que se preocupam com o cuidado dos seus animais, decidi que esse seria o grande mote do meu "The 13 Project" pessoal.

Aqui fica a minha lista:
1. Escrever um post sobre adopção de animais.
2. Escrever um post sobre a importância e benefícios da castração/esterilização de cães e gatos.
3. Fazer um panfleto sobre Leishmaniose para distribuir por amigos, colegas, conhecidos e pelas caixas de correio da vizinhança (bem como online) para sensibilizar o máximo de pessoas para esta doença terrível.
4. Escrever um post sobre desparasitação.
5. Partilhar 13 animais para adopção no blog, facebook e twitter.
6. Entrevistar uma FAT para inspirar outros a também se tornarem uma.
7. Escrever um post sobre cuidados básicos de saúde e higiene a ter com os nossos bichinhos.
8. Fazer um infográfico sobre substâncias tóxicas para cães e gatos.
9. Promover 3 associações de apoio aos animais e partilhar a sua wishlist de prendas de Natal.
10. Fazer voluntariado com uma associação de apoio aos animais, nem que seja por uma tarde.
11. Encorajar os meus colegas a doarem mantas e abrigos antigos para associações de apoio aos animais.
12. Encorajar as pessoas que conheço a fazer uma vaquinha conjunta para comprar comida para uma associação (nem que sejam 50 cêntimos por pessoa, é menos um café que se toma).
13. Partilhar e promover o "The 13 Project" e encorajar outros a participar!

Vamos ver se consigo cumprir tudo até ao fim do ano!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

The 13 Project (in english)

I have recently found out about Serena Faber Nelson's (Pretty Fluffly - do visit her blog, it's awesome and full of cute and interesting posts) project for the end of 2013: The 13 Project.

I immediately decided that this was something I wanted to take part in. As Serena says herself, it's quite overwhelming to be surrounded by so many projects, charities and causes that aim to help animals.

And the truth is, can my help really matter? Well, I guess that if I was someone like Michelle Obama, Kate Middleton or some other influential celebrity, my contribution to making the world a better place for animals would be a lot more relevant. However, as individuals we are able to change the world. I mean, not all of it... But a little.

Here in Portugal we have a saying that, if literally translated, goes like this: "Grain by grain, the hen fills her belly" (this would probably be our counterpart to "start at the bottom and work your way to the top") and this is quite true... If I am able to teach something relevant to one person or change one opinion...That's a great start! And if that person does the same and so on...Even better!

"The 13 Project is an initiative that involves 13 acts of kindness towards animals before 2013." 

I have thought a lot about what I wanted to do for animals and since my main objective with this blog is to educate, that's where I'll start. People that really love animals are usually terrific pet owners and that usually means that they go and look online for information about the best way to take care of their animals. That's why a big part of my personal "The 13 project" focuses on educating and informing.

Here is my list:

1. Write a blog post about pet adoption.
2. Write a blog post about the importance and benefits of spaying/neutering dogs and cats.
3. Make a leaflet about Leismaniosis  to hand out to friends, colleagues, neighboors and to put into mailboxes to raise awareness of this terrible disease.
4. Write a blog post on parasite control.
5. Share 13 adoptable animals via blog, facebook and twitter.
6. Interview one foster family to inspire others to become one.
7. Write a "Pet Care 101" blog post.
8. Make a poster/infographic about common substances that are poisonous for our pets (dogs/cats).
9. Promote 3 animal charities and their Christmas wishlists.
10. Volunteer at an animal charity, even if just for one afternoon.
11. Encourage my co-workers to donate old beddings and towels to animal charities.
12. Encourage people I know to donate a small amount of money (0.50 cents, 1 euro...That's one or two cups of coffee) to buy food for an animal charity.
13. Share and promote "The 13 Project" and encourage others to take part in it!

I hope I can do it all! I will keep you updated on this (in portuguese and english). Wish me good luck! And if you feel like it, join this AMAZING project and help build a better world for us and for animals (Find out more here).

Portuguese version coming soon.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

A Juliana explica: "Idiopático"

Depois de uns dias de descanso, a nossa "guest-blogger" Juliana está de volta para mais um "A Juliana explica".

O palavrão de hoje é um adjectivo: "idiopático(a)"

Epilepsia idiopática... Poliradiculoneurite idiopática... Megaesófago idiopático... Hipercalcémia idiopática... Paralisia facial idiopática... Hepatite crónica idiopática... etc... etc... etc...

Afinal o que é que isso quer dizer?

Idiopático é o termo usado em medicina (humana e veterinária) para descrever uma doença cuja causa é desconhecida. Muito resumidamente, significa que, depois de se excluírem (através de testes e exames) os possíveis motivos  para o aparecimento de uma determinada doença, não se encontrou causa para a mesma.

Dúvidas?

Juliana, a Beagle reformada

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Vamos ao veterinário: a importância do check-up















Ontem foi o Dia do Animal e do Médico Veterinário por isso, não podia deixar passar este data sem falar um pouquinho da importância de levar os nossos bichinhos ao veterinário.

Muitas vezes a visita ao veterinário é feita apenas quando os nossos animais estão doentes mas, na verdade, todos os animais deveriam visitar o veterinário pelo menos uma vez ou, idealmente, duas vezes ao ano.

A visita de rotina é algo de grande importância, não só pela vacinação mas também porque é um momento que permite ao veterinário avaliar o estado de saúde geral do nosso animal. Além disso, os animais de estimação envelhecem mais depressa do que nós, o que significa que a importância destes check-ups é ainda maior!

Estas consultas consistem num exame físico completo ao nosso animal, perguntas ao proprietário e, por vezes, realização de exames complementares (análises sanguíneas e à urina, por exemplo) que, no seu conjunto, permitem detetar patologias quando estas ainda não são muito severas (e difíceis de tratar).

Afinal de contas, o que é melhor? Diagnosticar uma doença no seu início (ou mesmo prevenir o seu desenvolvimento) e tratá-la atempadamente…ou levar o nosso amigo de quatro patas ao consultório quando já está doente, a sofrer e, muitas vezes, com patologias em estado avançado, que já não podem ser revertidas?

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

A Juliana explica: O que é uma zoonose?



A partir de hoje inaugura-se a rubrica semanal da Juliana, uma Beagle de ensino universitário reformada e muito especial que, nos seus 6 anos de serviço à faculdade, aprendeu muito sobre veterinária. A ideia será, todas as semanas, apresentar um "palavrão" diferente e explicá-lo à moda da Juliana (que é uma moda muito científica!).  

No nosso primeiro “A Juliana explica” vamos falar do conceito de “zoonose”:

De acordo com a OMS, zoonose é qualquer doença ou infeção (bacteriana, viral, parasítica ou outra) transmissível ao ser humano por qualquer animal vertebrado. Deste modo, as zoonoses além de serem um problema de saúde pública criam, entre outros, obstáculos ao comércio internacional de produtos de origem animal.

Ao longo dos anos foram descobertas e descritas mais de 200 patologias consideradas zoonóticas. Aqui ficam alguns exemplos:

- Salmonelose;
- Leptospirose;
- Cisticercose/ténias;
- Toxoplasmose;
- Raiva;
- Gripe aviária;
- Tinha;
- Sarna;
- BSE (Doença das Vacas Loucas; doença de Creutzfeldt-Jakob em humanos);
- Leishmaniose
- Entre muitas muitas outras…

Existem pessoas com maior probabilidade de serem contagiadas como, por exemplo, indíviduos imunocomprometidos/imunodeprimidos (crianças, idosos, grávidas, pessoas com doenças crónicas e/ou debilitantes; seropositivos; pacientes com cancro, transplantados e/ou submetidos a terapias com imunossupressores, etc.).

A transmissão destas doenças pode dar-se de diferentes maneiras (contacto directo – cutâneo, aerógeno, ingestão, etc.; indirecto – por exemplo águas ou alimentos contaminados; através da picada de mosquitos que foram infectados quando picaram o animal…) e a sua prevenção depende da patologia em questão.

De um modo geral, estaremos mais seguros se seguirmos alguns princípios básicos de higiene e prevenção de doenças nos nossos animais de companhia:

- Cozinhar bem os alimentos e lavar bem os vegetais e frutos;
- Lavar as mãos com frequência (e sempre que vai limpar as necessidades dos nossos bichinho; grávidas: não limpem a caixa de areia do gatinho! Peçam a alguém para o fazer por vocês!);
- Vacinar e desparasitar os nossos animais de estimação com a frequência recomendada pelo médico veterinário assistente;
- Fazer a prevenção contra a picada do mosquito da leishmaniose com spot-on E coleira repelente (no caso do cão);
- Etc...

E por hoje é tudo… Dúvidas?
  Juliana (Ju-Ju para os amigos)

P.S: Enquanto eu, Juliana, era submetida à humilhação de ter de tirar uma fotografia comprometedora com uma folha ao pescoço, o Valentim estava descansado da vida a aproveitar para “fechar os olhos” na cama da irmã humana. 




segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Estimular a mente do seu cão...Brincando!



Os brinquedos e jogos interativos são uma excelente maneira de promover tanto a atividade física como a atividade mental dos nossos amigos de quatro patas.

O cão é um animal extremamente social e, na maior parte dos casos, muito ativo e curioso, por isso jogar com brinquedos desenvolvidos para estimular o intelecto dos nossos amigos de quatro patas pode ser extremamente benéfico em várias vertentes:

Por um lado, incentiva ao exercício físico (que é deveras importante para a manutenção de um peso saudável) e funciona como um "destressante" para gastar energias acumuladas durante o dia (enquanto deixámos o nosso pequeno amigo sozinho em casa para ir trabalhar ou estudar).

Além disto, estes brinquedos estimulam o intelecto do cão ao obrigá-lo a solucionar problemas e ultrapassar "obstáculos". Este tipo de brinquedos mantém os cães interessados e entretidos por maiores períodos de tempo, ajuda a combater a ansiedade e tédio que muitas vezes levam os animais a exibirem comportamentos inapropriados e destrutivos e, ao estimularem a resolução de problemas, são apropriados tanto para animais jovens como para animais seniores.

Aqui ficam alguns exemplos de brinquedos e jogos que consideramos muito benéficos para os animais:

- Brinquedos da Kong Company:

Estes são, muito provavelmente, os brinquedos para cão mais vendidos em todo o mundo. Além de serem extremamente robustos e de apresentarem uma durabilidade lendária, cada um dos modelos está disponível para diferentes tamanhos de cão e idade.
Kong Clássico - Resistente aos roedores mais teimosos (existe também o modelo Extreme, ultra-resistente). Ao ser arremessado exibe padrões de movimento imprevisíveis que mantêm o animal atento e interessado e são ocos para que se possa rechear o seu interior de biscoitos ou pastas alimentares próprias para cães.



Kong Wobbler - Sem dúvida o meu favorito! A primeira vez que o vi ser utilizado foi, num hospital veterinário no Reino Unido, onde é utilizado como recompensa após as sessões de quimioterapia. O Wobbler é um dispensador de comida do tipo "sempre em pé" que desafia os animais a tentarem perceber como obter a ração que se encontra dentro do brinquedo. É muito divertido para cães (e donos) e, uma vez mais, a imprevisibilidade de movimentos leva a longas sessões de brincadeira. Também pode ser utilizado para alimentar animais que, de outro modo, devoram as refeições com demasiada sofreguidão.

- O Buster Cube é semelhante ao Kong Wobbler na medida em que também funciona como dispensador de alimento que tem de ser rolado e virado pelo animal de modo a que os pedacinhos de ração saiam dos orifícios existentes no brinquedo.

Buster FoodCube

- O Nina Otosson Dog Brick Interactive Toy é como um puzzle que o cão (ou o gato!) tem de resolver para conseguir chegar à recompensa. O objectivo é fazer deslizar os slides de modo a conseguir chegar aos pedacinhos de ração. É um brinquedo muito interativo e interessante para ser jogado a dois: dono e cão!

 Nina Otosson Dog Brick Interactive Toy
Estes são apenas alguns exemplos... Se ficou interessado e gostaria de adquirir um destes brinquedos, sites como a Amazon, a Training Lines e a Tienda Animal oferecem vastas seleções de jogos deste tipo. 

- Conhecia este tipo de brinquedos? Costuma utilizá-los com os seus animais? Partilhe a sua experiência connosco!



domingo, 23 de setembro de 2012

Bem vindos ao Veterinices...

... um blog destinado a partilhar dicas de insider para melhor cuidar do seu animal de estimação.

Brevemente mais novidades!

Estamos também no Facebook e no Twitter!